seg. out 21st, 2019

Cresce a procura por veículo para uso próprio em leilão

Um fenômeno tem chamado a atenção de quem atua no segmento de leilões. Nos últimos tempos vem crescendo a parcela de pessoas físicas que está recorrendo a esse mercado para adquirir um veículo, ganhando espaço em um setor que antes era visto como mais frequentado por compradores profissionais. A tendência vem sendo observada, por exemplo, na Sodré Santoro, maior organização de leilões do País. “Estamos vendo mais pessoas que compram o carro para uso próprio”, afirma o leiloeiro oficial Moacir De Santi.

Segundo ele, há várias explicações para esse fenômeno. Uma delas é o aumento da inadimplência em financiamentos, que faz os bancos receberem de volta e levar a leilão veículos dados como garantia da dívida. Geralmente, são carros e motos seminovos em ótimas condições que atraem mais esses compradores.

Os preços são outro motivo. “Os valores podem ser até 30% menores que os praticados no mercado”, diz De Santi. Ele ressalta ainda a segurança da procedência. Além dos bancos, seminovos vendidos em leilões pertencem geralmente a grandes empresas que estão trocando a frota de veículos utilizados por seus executivos ou funcionários, de segmentos como o farmacêutico, de alimentação e até mesmo fabricantes de veículos.

De Santi lembra também que até veículos 0 km podem ser comprados em leilão. “Há muitos casos de carros que sofrem algum tipo de avaria no transporte entre a fábrica e a revenda e acabam se tornando inviáveis para a venda em concessionárias”, ele conta. “Não é raro um caminhão-cegonha passar sob uma ponte muito baixa e os veículos do alto sofrerem arranhões no teto. O seguro do transportador paga a indenização e fica com o carro, que depois é trazido ao leilão.”

Esse exemplo chama a atenção para um aspecto importante da compra de produtos em leilão. Uma das condições desse tipo de negociação é que os bens são vendidos no estado em que se encontram, não cabendo, portanto, garantia. “Por isso, é importante que os compradores leiam com  cuidado todas as informações e avaliem pessoalmente o veículo antes do pregão”, alerta De Santi.

O edital e demais informações ficam disponíveis na página dedicada a cada produto no site da Sodré Santoro e em catálogo distribuído para quem vai pessoalmente ao local do pregão. O documento também informa local e horário da visita prévia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *